Tratamentos ideais para idade da sua pele!

4/14/2014

Olá meus amores, tudo bem?
Hoje pela manhã li esse artigo sobre cuidados com a pele conforme a idade no clicrsbs resolvi compartilhar com vocês minhas leitoras queridas. Acho esse assunto um pouco polemico, pois vejo meninas de 17 anos usando hidratante ati sinais (em minha opinião é exagero), mas será que essas meninas tem mesmo a informação necessária do que realmente a sua pele precisa?
Na minha adolescência tive muitas duvidas sobre se passava hidratante ou não? Qual tipo de hidratante seria melhor para meu tipo de pele e idade? Por ter sofrido bastante com isso resolvi compartilhar essa diquinhas que achei muito interessante, e não se enganem depois do passar dos anos ainda fico com algumas duvidas.


“Dermatologista clínica, Fernanda Casagrande tem consultório em três cidades: Porto Alegre, Farroupilha e Rio de Janeiro. Ela defende que os cuidados com a pele comecem desde cedo e já avisa: estes cuidados não cessam nunca. Ou seja, quando você começar a cuidar da pele, nunca mais irá parar de fazê-lo.
— Mas isto não pode ser um martírio, deve ser feito com prazer. Se isto não estiver acontecendo, algo está errado: ou a receita não está adaptada para o dia a dia do paciente ou ele não está vendo resultados. Nestes casos, deve entrar em contato com o dermatologista e explicar o caso — diz ela.
Abaixo, Fernanda revela orientações e pequenos segredos específicos para diferentes faixas etárias:
Aos 20 anos
Os sinais de expressão ainda não chegaram, mas há produção excessiva de sebo, o que contribui para a acne. O ideal é tratá-la cedo para não deixar marcas. Em casa, pode-se usar um sabonete de limpeza profunda duas vezes por semana. Filtro solar sempre. Em casos mais graves, é indicado tratamento com antibióticos ou isotretinoína. Outros procedimentos que podem ser feitos incluem limpeza de pele, em sessões com intervalos de 30 dias, ou laser de baixa frequência, que diminui a colonização acteriana na pele.

Aos 30 anos
A pele já começa a sofrer ações dos radicais livres. Podem surgir manchas, muitas vezes pelo uso de anticoncepcionais ou pela exposição excessiva ao sol. Além disso, já pode haver um certo grau de flacidez e os primeiros sinais na área dos olhos. As principais dicas seguem na linha da prevenção, mas cremes específicos por região podem ser usados. Os mais indicados são produtos despigmentantes, ácidos para a renovação celular e hidratantes para cada tipo de pele, além do filtro solar. Entre os tratamentos estão peelings seriados para estimular a produção de colágeno e clarear as manchas; laser fracionado para a área dos olhos e para atenuar cicatrizes deixadas pela acne; e toxina botulínica para a prevenção das linhas de expressão.
Aos 40 anos
A falta de cuidado nas idades anteriores, como não usar protetor solar, começa a mostrar o seu efeito. As linhas de expressão também estão mais em evidência. Podem ser aumentadas as concentrações dos ácidos e utilizados ativos antissinais mais potentes, além de rejuvenescedores via oral. O fator do FPS diário também deve ser aumentado. Entre as técnicas indicadas por Fernanda para esta fase estão a luz pulsada para clarear manchas e estimular a produção de colágeno (cinco sessões com intervalo de 15 dias), laser fracionado para atenuar as linhas mais finas (cinco sessões com intervalo de 30 dias), toxina botulínica para tratar as linhas já evidentes da face e preenchimento com ácido hialurônico para repor o volume perdido (uma vez por ano).

Aos 50 anos
Se os cuidados indicados foram feitos nas fases anteriores, a chegada aos 50 é mais tranquila. Porém, esta idade também é marcada por perda da gordura facial, desidratação e flacidez de estruturas profundas da pele. Por isso, Fernanda indica que sejam usados filtros solares hidratantes com ativos antioxidantes, além de aumentar a frequência e a potência dos ácidos e ativos antissinais, com efeito tensor também. Os tratamentos mais indicados são laser fracionado mais profundo, como o CO2, que tem maior poder de penetração na pele e consegue atingir estruturas mais profundas, toxina botulínica, preenchimento com ácido hialurônico e peelings mais profundos seriados.

Aos 60 anos
Os cuidados tomados aos 50 anos seguem nesta faixa etária, porém as visitas ao dermatologista devem ser mais frequentes, já que os excessos de sol no passado podem trazer risco de câncer de pele. Para o uso diário, Fernanda indica o uso de hidratantes com tensores antes do filtro solar. Eles deixam a pele mais lisa. Podem ser acrescentados emolientes nas fórmulas dos antissinais em função de a pele estar mais ressecada. Entre os procedimentos indicados, luz intensa pulsada para clarear as manchas senis, terapia fotodinâmica para múltiplas ceratoses actínicas, peelings médios, toxina botulínica, preenchimento e laser fracionado.
Palavra de especialista
O importante é nunca ficarmos usando os mesmos produtos por longos períodos. Devemos fazer rodízio, para o resultado ser notado. Em alguns casos de baixa aderência ao tratamento em casa, podemos recorrer ao tratamento mais frequente no consultório. 

Fernanda Casagrande” 
Estou preparando um post sobre meus cuidados com a pele. Quem sabe não role um vídeo falando sobre o assunto, o que acham?

Tenham uma semana iluminada! Super beijokas =*

Você Também Pode Gostar

0 comentários

Obrigada pelo carinho! Volte sempre..

Facebook

Último Vídeo